Cidade



O Executivo reuniu lideranças locais na manhã desta terça-feira (27), no salão de atos da Secretaria de Educação e Cultura (SEC), para alinhar medidas referentes as aglomerações aos finais de semana, principalmente no Centro e no loteamento Cerejeiras. O prefeito Mário Augusto de Freire de Gonçalves deixou clara uma “divisão” de tarefas quanto as atribuições, devendo à Brigada Militar ser responsável pela questão quanto as ruas, já a Fiscalização Municipal, atuar em estabelecimentos comerciais, que deverão funcionar até a meia noite.

“Primeiro quero começar dizendo que todas as decisões, desde o primeiro momento, não foram ideias ou decisões tomadas exclusivamente por mim, mas compartilhada com a minha equipe de gestão e com a sociedade, com as entidades”, disse Mário Augusto.

Decorridos sete meses de pandemia, o gestor observa que a comunidade já está ambientada com os métodos de prevenção, assim mesmo, o Executivo deverá divulgar peças gráficas para chegar aos munícipes, tratando-se de orientações da Sociedade de Medicina, trazendo informações sobre como prevenir o contágio.

“Nos últimos dias, com o aumento das temperaturas e com uma situação mais confortável no município, nós tivemos, ou estamos tendo cada vez mais a presença das pessoas nas ruas, consequentemente, da juventude, em frente aos bares e lancherias à noite”, destacou, complementando que embora o período eleitoral possa levar determinadas decisões a conclusões mal interpretadas, Gonçalves enfatizou que as decisões tomadas foram construídas em conjunto com entidades locais, além de compartilhada com os estabelecimentos atingidos e órgãos de segurança.

“A partir de agora, estaremos fazendo uma fiscalização ainda mais rígida, no horário de funcionamento de bares e restaurantes, que é, por decreto, à meia-noite, orientados, inclusive, pelo Ministério Público em reunião on-line. Meia-noite, bares, restaurantes e lancherias devem estar fechados (…), todas as aglomerações na rua, são de inteira responsabilidade da Brigada Militar, isso incluí som alto, veículos em alta velocidade, brigas de rua”, enfatizou, no entanto, que haverá reforço ao efetivo local.

Participaram da reunião, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sociedade de Medicina, Associação dos Agricultores e representações dos estabelecimentos.

Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads