16 de março de 2019

Silvio Bermann


 Os jovens de hoje não tiveram o privilégio de viver os Embalos de Sábado à noite. Nós, os veteranos de agora e que fomos adolescentes naquele tempo, fazíamos o que hoje a gurizada chama de ‘junções’ algumas horas antes da ‘Discotheque’ ou ‘Discoteca’, nos anos 1970 e 1980. E depois de algumas caipirinhas e cervejas, boa música, conversas e risadas, partíamos para a diversão.

 Temos uma boa colônia de santanenses em Dom Pedrito, que haverá de lembrar um dos points mais badalados da fronteira naquela época, pelo menos em se tratando da gurizada de famílias pobres ou remediadas, cujos pais não eram associados a clubes como Caixeiral, Comercial e Campestre. Era a sede da Sociedade Italiana, localizada (e ainda está lá) na Rua Rivadávia Corrêa, entre a Av. Tamandaré e a Rua João Pessoa (a menos de meia quadra do Terminal de Ônibus).

 Ali, entre luzes coloridas e as impressionantes estroboscópicas, exibíamos nossas melhores roupas da moda e gastávamos nossos poucos trocados para dançar e namorar, porque não há coisa melhor para se fazer quando se é jovem.

 Era o tempo, meus amigos, em que telefone fixo só tinha quem era bem de dinheiro, celular não existia, computadores eram coisa de filme de ficção científica e se ouvia música em aparelhos que tocavam discos de vinil (os LPs) ou fita magnética, as K7. Tempo em que, quando um rapaz se apaixonava, comprava flores para a namorada, e se não podia comprá-las arrancava-as das praças, não raramente acrescentando às mesmas algumas linhas de um poema que se escrevia para a bem-amada.

 Tempo mágico aquele, anos felizes que conseguimos reviver, em Dom Pedrito, graças ao evento idealizado pelo Rotary Clube Obelisco da Paz e denominado de Festa Retrô – Abrindo o Baú, quando, inclusive, muita gente comparece caracterizado com roupas e acessórios da época. E falo dos anos 70 e 80 porque vivi aquele período, mas o evento também evoca os anos 50 e 60, os Tempos da Brilhantina, onde as meninas usavam vestidos midi e lacinhos, enquanto os rapazes vestiam jaquetas de couro e caprichavam no cabelo com topete e grudado de brilhantina.

 Neste ano, a Festa Retrô acontecerá no dia 6 de abril (sábado), em sua 9ª edição, consistindo em um jantar-degustação seguido de baile, com início por volta das 22h, novamente no Country Clube. Sempre uma excelente oportunidade para sermos saudosos e felizes. Nos encontramos lá. Carpe diem!

0 comentários:

Postar um comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top