Vigilância em Saúde do Estado emite alerta para ocorrência de casos de Influenza



A Secretaria de Saúde (SES) confirmou neste mês 13 casos de Influenza no Rio Grande do Sul. São os primeiros positivos no Estado em 2021. Todos são do subtipo A-H3N2, o mesmo responsável por surtos recentes registrados nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo.

Por isso, o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) emitiu nesta quinta-feira (16) um alerta aos municípios sobre a circulação desse vírus de gripe. As medidas de prevenção são as mesmas das recomendadas ao coronavírus: uso de máscaras, distanciamento interpessoal, ventilação de ambientes e vacinação.


Os casos registrados no RS até esse momento não se configuram como surto, que acontece quando há dois ou mais casos confirmados com vínculo entre eles em um mesmo espaço de tempo e lugar. Eles ocorreram em residentes de Cachoeirinha, Pelotas, Porto Alegre (três casos), São Francisco de Paula (quatro casos), Sapiranga e Viamão (três casos). Todos foram identificados pelo Laboratório Central do Estado (Lacen). Nenhum óbito foi registrado entre os casos confirmados até agora. Os sintomas de Influenza são semelhantes aos do coronavírus: pessoas com febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos.


Em Dom Pedrito a vacina está disponível ao público. A Secretaria de Saúde informa que quem deseja receber a contra da vacina contra o vírus da Influenza, pode comparecer no Posto Central, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. É fundamental que a população esteja em dia com a vacinação, visto que o vírus ainda se mantém presente no dia a dia, inclusive, apresentando novos surtos em alguns estados do país.

343 visualizações0 comentário