PSDB confirma pré-candidatura de Eduardo Leite ao Governo do Estado


Foto: Felipe Nabinger/Correio do Povo

O PSDB oficializou Eduardo Leite como pré-candidato ao Governo do Estado. Em anúncio realizado nesta segunda-feira (13), 74 dias após a renúncia do ex-governador, Leite falou à imprensa e correlegionários sobre sua pré-candidatura. Também estava presente o governador em exercício Ranolfo Vieira Junior, que deixou o PTB e se juntou às fileiras tucanas. Ele também deixa a disputa pelo Piratini, o qual era cotado como substituto natural de Leite.


“A única condição em que eu aceitaria representar novamente à população seria se eu não estivesse no cargo, por que minha crítica a reeleição sempre veio pelo fato de que governantes que concorrem a reeleição, muitas vezes, claro, com exceções, acabam fazendo, no exercício do governo para garantir força a suas candidaturas. Minha crítica a reeleição está muito ligada a isso, ao uso do cargo e ao poder pelo poder. A renúncia para mim se impôs como condição”, justificou o tucano, que renunciou ao cargo para tentar candidatura a Presidência da República, mas foi derrotado nas prévias nacionais pelo governador de São Paulo, João Dória. No entanto, o PSDB desistiu da chapa majoritária para apoiar a pré-candidatura da senadora Simone Tebet (MDB), indicando o também senador Tasso Jereissati como vice.


O vice para compor a chapa de Leite deverá ser indicado pelo MDB. O deputado estadual Gabriel Souza é o mais cotado.


Sem dar detalhes sobre o futuro, o governador em exercício Ranolfo Vieira Junior salientou que o objetivo é concluir o período.


Como fica o tabuleiro eleitoral no RS?


Os pré-candidatos ao Piratini até o momento são os seguintes: Onyx Lorenzoni (PL), Luís Carlos Heinze (Progressistas), Eduardo Leite (PSDB), Vieira da Cunha (PDT), Edegar Pretto (PT), Pedro Ruas (Psol) e Beto Albuquerque (PSB).

74 visualizações0 comentário