Prova de vida para inativos e pensionistas segue suspensa até 30 de junho



Os pensionistas, aposentados e militares inativos do Estado seguirão dispensados da prova de vida até 30 de junho de 2022, sem prejuízo dos seus benefícios.


A realização de prova de vida para os pensionistas e inativos vinculados ao Regime Próprio de Previdência Social do Estado do Rio Grande do Sul (RPPS/RS) já estava suspensa desde 2020 e foi novamente prorrogada até 30 de junho de 2022, conforme alteração prevista na Instrução Normativa IPE Prev 7/22, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta quarta-feira (1º).


Durante o período de suspensão, diversos órgãos trabalharam em novas soluções para facilitar o processo, entre elas a opção de realizar a prova de vida por meio de reconhecimento facial através do app Servidor RS. O desenvolvimento da ferramenta envolveu Procergs, IPE Prev, secretarias da Fazenda e de Planejamento, Governança e Gestão.


A ferramenta foi disponibilizada em janeiro inicialmente apenas para aparelhos com sistema operacional Android e para pensionistas que quisessem testar essa nova modalidade. Cerca de 500 pensionistas utilizaram-na.


Informações sobre o retorno da obrigatoriedade da prova de vida e da disponibilidade da ferramenta no sistema operacional iOS serão divulgadas até 30 de junho.


Biometria facial


Para fazer a renovação da prova de vida por reconhecimento de biometria facial, é preciso ser pensionista por morte IPE Prev e baixar o app Servidor RS.


Um pré-requisito para o pensionista do IPE Prev estar apto a realizar o recadastramento pelo app Servidor RS é que seu benefício esteja ativo. A prova de vida está liberada para todos os graus de dependência, exceto para pensionista estudante, que deve realizar a renovação semestral, e para pensionista filho menor (e equiparados). Também é preciso ter carteira de identidade emitida a partir de 2006 ou ter carteira de motorista atualizada, ambos documentos emitidos no Rio Grande do Sul.

31 visualizações0 comentário