Buscar

Polícia Civil prende preventivamente indivíduo por crimes de estupro de vulnerável e de pedofilia


A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas – DRACO de Bagé, e a Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente de Joinville/Santa Catarina, cumpriram mandado de prisão preventiva e de busca e apreensão contra um indivíduo de 34 anos, investigado pela participação no estupro de vulnerável contra uma criança na cidade de Pinheiro Machado.


As investigações começaram em fevereiro desse ano, após a prisão de um homem, na cidade de Pinheiro Machado, que cometia abuso sexual contra a enteada. O material coletado no telefone do acusado foi encaminhado para a Delegacia Especializada, em Bagé, que descortinou uma rede de distribuição de conteúdo de pedofilia, com milhares de imagens de cunho sexual infanto-juvenil.


Durante as investigações a Polícia localizou o indivíduo que auxiliou no estupro contra a criança de Pinheiro Machado, mediante técnicas de aliciamento e “dopping”, usadas pelo acusado. Ele também foi identificado como um distribuidor do conteúdo sexual em redes de relacionamentos e comunicadores.


O Poder Judiciário da Comarca de Pinheiro Machado decretou a prisão preventiva e a busca e apreensão, cumpridas na manhã desta terça-feira (9), pelas polícias do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.


No local das buscas os policiais encontraram um vasto material de conteúdo pornográfico, inclusive no celular do indiciado, que confessou a prática dos crimes, os aliciamentos contra as crianças e a distribuição do conteúdo de pornografia infantil.


O material coletado nas buscas constituirá prova para os desdobramentos da investigação, que poderá identificar novas vítimas dos crimes sexuais. A situação do acusado é grave, pois ele trabalha como professor em uma escola pública na cidade, diretamente com crianças de 6 a 10 anos.


Após as formalidades, o preso foi recolhido ao sistema penitenciário gaúcho.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo