Governo federal pede às prefeituras que enviem cadastros de taxistas para pagar benefício



O Ministério do Trabalho e Previdência solicitou que as prefeituras de todo o País enviem informações sobre taxistas regularmente cadastrados para viabilizar o pagamento de auxílio aos profissionais da categoria.


A previsão é de que o primeiro lote do benefício emergencial aos motoristas de táxis seja pago no dia 16 de agosto. Os prefeitos poderão enviar as informações para o cadastro a partir de segunda-feira (25). As orientações para a inserção dos dados estão no site da pasta.


O sistema ficará aberto para receber os cadastros até 31 de julho. O envio dos cadastros dos taxistas pelas prefeituras é necessário em razão da competência municipal ou distrital sobre o tema.

Os dados cadastrados serão processados pela Dataprev, empresa parceira do governo federal.


Critérios


De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, serão considerados para receber o auxílio os motoristas de táxi com carteira de habilitação válida e alvará em vigor no dia 31 de maio deste ano.

O valor e o número de parcelas do BEm-Taxista poderão ser ajustados de acordo com o número de beneficiários cadastrados, respeitando o limite global disponível para o pagamento do auxílio, previsto na legislação do benefício.


Caminhoneiros


Segundo o governo federal, as informações de cadastro dos caminhoneiros para pagamento do auxílio à categoria foram repassadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres e já estão em processamento. O primeiro lote deve ser pago no dia 9 de agosto. Serão seis parcelas mensais no valor de R$ 1 mil.

106 visualizações0 comentário