Buscar

Fernando Chagas Junior compõe música em homenagem a cantora Marília Mendonça



O professor pedritense Fernando Chagas Junior, que já foi motivo de matéria do Folha da Cidade recentemente por utilizar conteúdos do Folha da Cidade para ilustrar suas aulas de Filosofia e Sociologia em escolas de Dom Pedrito e Bagé, decidiu compor uma música em homenagem à cantora Marília Mendonça, que faleceu em um acidente aéreo no dia 5 de novembro.


Fernando, que além de professor é músico, decidiu usar seu "dom" para homenagear a cantora. Ele vai produzir um clipe e lançar a música nas redes sociais.


Confira o texto escrito pelo professor:


Homenagem a Marília Mendonça


Com muita competência

Foi rainha da sofrência

Foi filha da Ruth Dias

Mulher forte na essência

Cristianópolis tu nasceu

Em Minas Gerais aprendeu

Tocando violão com frequência


Essa voz grave e intensa

Foi de Goiás que surgiu

Encontrou o feminejo

Assim como o mar e o rio

Que cantava a realidade

Das relações da cidades

E do interior do Brasil


Desde cedo escrevia

O amor na sua canção

Henrique , Juliano, Maiara

E Maraisa foram irmãos

Grammy latino as patroas

Todas essas vozes boas

Concorrem esta premiação


Marília Mendonça artista

Hoje só resta a saudade

Um exemplo de pessoa

Simpatia e humildade

Num exemplo tão perfeito

Entregava até panfletos

Dos seus shows pela cidade


Letras : troca de calçada

Que não para de chorar

Deixa de ser importante

Que amante não tem lar

Contou a história da tia

Que inspirou a melodia

Para “infiel” estourar


Dia cinco de novembro

Lá no arena Goiás

Cem mil fãs se abraçaram

Com faixas, flor e cartaz

Das mulheres denfensora

Na sofrência professora

Em seus shows pregava a paz


Foi no seu último vídeo

Que não paro de lembrar

Disse que ia pra Minas

Na mala tinha potiguar

Tu pode ter a certeza

Potiguar é uma cerveja

Que Marília ia tomar


Luisa sonza e Anitr]ta

Zezé e Roberta Miranda,

Caetano , João e Frederico

Homenagearam até a banda

Lembrei Cristiano Araújo,

João Paulo e Gabriel Diniz

Creio que foi Deus quem quis

Deus faz a hora ele manda


No álbum todos os cantos,

Falou de amor, corno e porteiro

Gari, beija-flor voou

Salto 15 o dia inteiro

Todo mundo menos você

Cantava em todas turnês

Pra todo esse povo inteiro


Do Brasil Marília Mendonça

O feminejo é seu legado

É o sertanejo feminino

Que por anos foi calado

Mulher de empoderamento

Da justiça e do talento

Orgulho todos estados


Sonhei que na cachoeira

Aquela que o avião caiu

Do bimotor tu saiu

E cantou pra toda gente

Caratinga te aplaudiu

O produtor e o teu tio

Cantavam alegremente


O piloto e o copiloto

No meu sonho estavam lá

Pra ver Marília cantar

O show foi uma beleza

Deus escolheu a riqueza

Da mineira natureza

Para o avião pousar


Ensinou que as mulheres

Na voz tem grande poder

Marília estrela no céu

Nunca mais vou te esquecer

Teu legado e tua história

Pra sempre em nossas memórias

Sempre irá prevalecer


Nós fãs aqui deste mundo

Por ti devemos viver

E tudo que tu plantastes

Não deixaremos morrer

Só a saudade malvada

No coração vai doer

Mas foi com a tua ideia pura,

Nosso país e a cultura

Só tem a te agradecer.


Obrigado Marília Mendonça, por tua arte

Prof. Fernando Chagas Junior


Conteúdo publicado originalmente na edição impressa do Folha da Cidade

278 visualizações0 comentário