Dom Pedrito na Rota das Oliveiras


Dom Pedrito é um dos municípios a compor a chamada Rota das Oliveira, que visa incentivar o turismo rural associado à olivicultura, setor que está em franco crescimento no Rio Grande do Sul. A iniciativa foi instituída por lei estadual, em 2019, e pretende mostrar aos interessados o desenvolvimento da cultura, produção de azeitonadas, elaboração e degustação de azeites.


Além de Dom Pedrito, outros municípios da Região da Campanha compõem a rota, dentre os quais Bagé e Hulha Negra, reunindo mais de 40 marcas de azeite que já são comercializados por produtores gaúchos, com exportação para outros estados.

Recentemente, em entrevista à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado, a diretora do Instituto Brasileiro de Olivocultura (Ibraoliva), Rosane Abdala, diz que o olivoturismo é uma oportunidade que os produtores possuem de ter uma renda extra. “Acho que o olivoturismo, o turismo rural é uma opção muito boa para o nosso Rio Grande do Sul e, principalmente, para a metade Sul, onde está inserido o Bioma Pampa. É um processo que está acontecendo de maneira sustentável e consistente”, avalia ela.


A produção de azeite de oliva no Estado atingiu a marca histórica de 202 mil litros em 2021, segundo estimativa da Secretaria da Agricultura. A safra deste ano é quatro vezes maior que a de 2020, quando ficou em 48 mil litros, e também supera os 198 mil litros de 2019 — que, até então, figurava como o recorde gaúcho

110 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo