Adesão à renegociação de dívidas do ITR e do Funrural tem prazo prorrogado



A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) prorrogou até 25 de fevereiro de 2022 o prazo de adesão ao Programa de Retomada Fiscal que possibilita a renegociação de dívidas ativas com a União.


Com isso, produtores rurais que tenham débitos relativos ao Imposto Territorial Rural (ITR) e ao Funrural ganharam mais tempo para participar de negociações que podem render até 100% de desconto sobre multas e juros e pagamento parcelado em até 142 vezes.


A portaria com a medida foi publicada dia 27 de dezembro no Diário Oficial da União, e vale para pessoas físicas e jurídicas. Essa é a segunda vez que o prazo para adesão ao Programa de Retomada Fiscal nessas modalidades foi estendido. Até então, a validade era até o dia 29 de dezembro para as dívidas inscritas até o dia 30 de novembro. Agora, as dívidas inscritas até o dia 31 de janeiro de 2022 poderão entrar nas tratativas de quitação.


Para participar do programa, o produtor deve acessar o portal Regularize e fazer o cadastro, caso ainda não tenha. A PGFN também disponibiliza vídeos que ensinam como entrar e navegar pelo portal.

20 visualizações0 comentário