Cidade

Conforme boletim de ocorrência, no dia 9, a vítima, através do Facebook, entrou em um link de uma loja de varejo e efetuou a compra de um aparelho celular, o qual foi pago por boleto bancário, no valor de R$ 300,00. 

Ela refere que é habituada a realizar compras on-line, mas achou estranho a compra não ser autorizada, além de o processo não ter andamento. Entrou em contato com a loja, onde foi informado que não havia nenhuma compra registrada em seu CPF. Após contatar o Procon, verificou que tratava-se de um link falso.


Post a Comment

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads